Segundo Sol: Rosa supera cafetina, faz sucesso no bordel e Laureta tem ataque de revolta e inveja

Segundo Sol: Rosa supera cafetina, faz sucesso no bordel e Laureta tem ataque de revolta e inveja

Rosa (Letícia Colin) está fazendo cada vez mais sucesso no bordel de Laureta (Adriana Esteves), tornando-se a única garantia de sucesso em Segundo Sol. No entanto, ela decidirá deixar o local e

Leia tudo

Rosa (Letícia Colin) está fazendo cada vez mais sucesso no bordel de Laureta (Adriana Esteves), tornando-se a única garantia de sucesso em Segundo Sol. No entanto, ela decidirá deixar o local e acabará fazendo com que a cafetina fique no maior prejuízo.

Os clientes se recusam a sair com as outras meninas e Laureta se revolta com os inúmeros telefonemas que recebe à procura da rival. “O que posso fazer se Rosa não trabalha mais aqui, meu querido? Não, foi embora sem nem deixar o número do telefone…”, dispara ela a um cliente.

“Não quer outra, por quê? Alô?… Alô? Desligou na minha cara o sacripanta! Vá se lascar, velho babão”, esbraveja ela, quando Galdino revela: “Ontem foi a mesma coisa, o sr. Délio e o doutor Vilela só queriam Rosa”. “Palhaços!”, diz ela, que pergunta o que Rosa tem.

“Temos que admitir que Rosa tem estilo, Laureta, carisma, além de ser linda como um camafeu”, diz o empregado. “Vá se lascar você também, Galdino”, diz ela, quando entra Katiandrea dizendo que o cliente não a quis, nem mesmo oferecendo desconto

Ó, o cliente de ontem à noite disse que tinha contratado Rosa, me dispensou… O que eu podia fazer, Laureta? Obrigar o cara? Ele só queria Rosa!Eu fiz o que você mandou, disse que Rosa não trabalhava mais aqui, e ele teria um desconto pela substituição”, afirma.

“E nem com desconto lhe quis? Que bela desgraceira de mulher é você! É fim de carreira, uma quenga incapaz de convencer um sujeito a se deitar com ela pagando menos do que ia gastar, não serve nem pra rodar bolsinha na praça”, humilha Laureta, fazendo a garota sair chorando.

+ Mais um patrocinador abandona Bruno Gagliasso após ataques de homofobia do passado

“Cale a boca você também, outro incompetente, incapaz de gerenciar uma crise, já vai dando desconto sem me consultar! Como se Rosa fosse muito importante! A biscate deve ter combinado essa palhaçada com os clientes, deve tar fazendo programa por fora…”, diz ela para Galdino.
Espumando de ódio, Laureta então decide tomar uma atitude drástica: “Ela vai me ouvir! Vou acabar com a raça daquela desgraçada… Não me atende a covarde, caloteira!A dívida de Rosa vai lhe sair mais cara do que ela imaginava, tá pra nascer quem dá o cano e sacaneia Laureta”.

“Você vai fazer o que?”, questiona o amigo. “O que faço com meus inimigos: acabar com a vida dela…”, rebate Laureta, que estará prestes a contar aos pais de Rosa que ela é prostituta. Nesse momento, Galdino atende um novo telefonema dizendo que Rosa não está mais lá.

Laureta então puxa o telefone com ódio e grita: “Rosa morreu atropelada! Isso mesmo: morreu!!”. A cena vai ao ar no dia 24 de julho.