Segundo Sol: Karola invade a casa dos pais de Rosa e destrói a vida da moça...

Segundo Sol: Karola invade a casa dos pais de Rosa e destrói a vida da moça...

A personagem Karola (Deborah Secco) não vai engolir o fato de seu filho, Valentim (Danilo Mesquita), namorar uma prostituta, Rosa (Letícia Colin), em Segundo Sol. Diante disso, ela dará um jeito de

Leia tudo

A personagem Karola (Deborah Secco) não vai engolir o fato de seu filho, Valentim (Danilo Mesquita), namorar uma prostituta, Rosa (Letícia Colin), em Segundo Sol. Diante disso, ela dará um jeito de descobrir onde ela mora e irá até a sua casa.

Depois de ameaçar a moça em pleno aniversário do filho, a megera fará uma “visita” à casa dos pais da garota de programa, que chegará em seguida e ficará em choque com a revelação do seu pai. “Achei que você tava trabalhando…”, dirá ele.

“Hoje é minha folga. E mãe?”, pergunta. “Tá lá dentro, mostrando a casa… adivinha pra quem?”, adianta ele, no momento que Karola vem de dentro e Rosa quase tem um infarto. “Norinha… surpresa!!”, dirá Karola, sorrindo de forma sínica.

Rosa fica em pânico e a mãe comenta: “Sua sogra é uma simpatia, Rosa”. “Acredita que nem conhecemos ainda seu filho?”, pergunta o pai. “Como você descobriu onde eu morava, Karola?”, pergunta Rosa. “Pela família de Beto”, diz Karola.
“A família de meu falecido marido é muito conhecida aqui no Santo Antonio, e conhecem todo mundo também. Seu Dodô, pai de Beto, é dono do Bar do Caranguejo, perto daqui”, dispara ela, que começa a falar sobre a família em tom de ameaça.

Ela pergunta sobre os princípios dos pais de Rosa na frente da jovem, com indiretas. “Essa juventude não gosta de falar nada da vida deles pra gente, parece que somos os inimigos, tudo é segredo”, dispara. “Rosa então… pra tirar qualquer coisa dessa menina é um perrengue”, diz o pai.

“Seu Agenor me contou que você trabalha com televendas, à noite, Rosa… você não tinha comentado”, comenta Karola, que ironiza: “Acho admirável seu esforço pra ajudar sua família! Ficar atendendo telefone a noite toda deve ser muito cansativo… clientes chatos, mal educados, impertinentes…”.

“Se dependesse de Rosa a gente nunca que ia lhe conhecer. Fico feliz de minha filha tar namorando um rapaz de família”, diz o pai, e Karola segue ironizando: “É o que todos nós queremos, não é mesmo, seu Agenor? Ver nossos filhos casados com pessoas de bem, de moral”.

“Taí uma coisa que eu prezo: moral! Esse mundo tá uma vergonha”, dispara o pai, que na cena seguinte, sai para comprar um café e a mãe para servir um bolo, deixando as duas a sós. Nesse momento, o mundo de Rosa cai com a ameaça da vilã.

“Que família boa a sua, Rosa. Vim confirmar minha suspeita, de que seus pais nem imaginam que você é garota de programa”, dispara. “Deixe eles fora disso”, ordena Rosa. “Você queria guerra, não queria?”, pergunta ela. “Isso é jogo sujo”, retruca a garota.

“Pra você ter uma noção do que sou capaz… eu tenho mais armas do que você, ponha isso na sua cabecinha oca, não brinque comigo. Se continuar a me enfrentar, eu entorno o caldo, ouviu bem?”, diz ela, que já vai se adiantando para sair e deixa o recado por dado.

Rosa percebe que ela contará tudo aos seus pais se não terminar tudo com Valentim e, depois que Karola sai, a mãe pergunta: “O que deu em você, Rosa? Ficou de cara fechada o tempo todo, mal falou duas palavras com sua sogra! Ela tão gentil, tão simpática”.

“Nada, mãe, tô cansada, com dor de cabeça, só isso”, comenta ela, que vai para o quarto, arrasada. Essa cena irá ao ar no dia 7 de julho.