Pastor expulsa jovem de sua igreja por ela ter faltado a dois cultos seguidos sem a sua permissão

Pastor expulsa jovem de sua igreja por ela ter faltado a dois cultos seguidos sem a sua permissão

Em Mississipi, estado dos Estados Unidos, Azoia Williams, jovem cristã, faltou dois cultos seguidos na Igreja de Deus em Cristo, na cidade de Bolton, e acabou sendo expulsa pelo pastor David E.

Leia tudo

Em Mississipi, estado dos Estados Unidos, Azoia Williams, jovem cristã, faltou dois cultos seguidos na Igreja de Deus em Cristo, na cidade de Bolton, e acabou sendo expulsa pelo pastor David E. Johnson. O caso pode parecer surreal, porém, saiba que não é tão raro de se acontecer em igrejas espalhadas por todo o mundo.

Azoia recebeu uma carta em sua casa, informando que, por ter faltado mais do que as regras da igreja permitiam, ela estava oficialmente expulsa do rol de membros. A jovem ficou indignada e publicou fotos do comunicado nas redes sociais. Não demorou muito para que sua publicação viralizasse e vários debates em torno do tema começaram a surgir.

A carta dizia que qualquer membro que faltar em dois cultos consecutivos da igreja (dois domingos) ou que não estiver presente no segundo domingo do mês sem que tenha a autorização do pastor, será imediatamente expulsa do rol de membros da igreja.

Azoia disse que desde que nasceu frequenta a Igreja de Deus em Cristo, afirmou que não acha certa a decisão tomada e terá a chance de reverter toda a situação ao se apresentar para o pastor e o conselho administrativo da igreja; ela deseja não ser expulsa e novamente afirmou que não consegue ver motivos “decentes” para tal coisa.

Claramente indignada sobre como o conselho tratou sua situação, publicou a foto da carta com um enorme texto de desabafo. Revelou que estava passando por um momento muito tenso em seus estudos, estava muito cansada e que ninguém ligou para perguntar como as coisas estavam indo, se a família estava bem, se os estudos estavam em ordem. Mesmo assim William declarou que não será algo tão pequeno que irá abalar sua fé, alegou até que já encontrou outra igreja para poder adorar Deus.

A publicação com mais de 6 mil compartilhamentos e mais de 2 mil comentários deixou bem claro para todos que ninguém estava de acordo com a decisão da Igreja de Deus em Cristo. O pastor David E. Johnson recebeu inúmeras críticas por ter tomado a decisão de expulsar a jovem da igreja e o mais correto seria dar uma nova oportunidade para ela.