O MISTÉRIO POR TRÁS DO PORTÃO DO INFERNO, NA TURQUIA, FOI RESOLVIDO!

O MISTÉRIO POR TRÁS DO PORTÃO DO INFERNO, NA TURQUIA, FOI RESOLVIDO!

Conhecido também como o “portão do inferno“, a antiga gruta encontrada na Turquia tem sido estudada por cientistas e parece, finalmente, ter obtido sucesso em uma resposta. O fato que circunda o

Leia tudo

Conhecido também como o “portão do inferno“, a antiga gruta encontrada na Turquia tem sido estudada por cientistas e parece, finalmente, ter obtido sucesso em uma resposta. O fato que circunda o local, e que chamou a atenção dos pesquisadores, fazia parte de uma lendaque, aparentemente, não é tão fictícia assim. De acordo com eles, grande parte do conto que rondava na época é real e os motivos para isso são incríveis e perturbadores ao mesmo tempo.

As ruínas, encontradas a sete anos atrás, parecem ter sido construídas por volta do século II a.C e o mistério principal criado sobre o local diz respeito a uma neblina estranha que parecia ser letal. Aparentemente, aqueles que ficassem dentro da caverna por muito tempo não conseguiriam retornar com vida. Essa junção de fatores fez com que ela ganhasse o nome pelo qual é conhecida hoje, e com que os especialistas buscassem uma resposta plausível para o fator. A espera pela confirmação dos questionamentos a respeito do local chegaram ao fim e esse foi o resultado.

Quais os principais pontos sobre o local?

Construída com pedras em algum momento do século II a. C, o “portão do inferno” se encontra na cidade de Hierápolis, na Turquia. O local conta com a liberação de uma neblina fatal, que era usada no período para sacrifícios animais. A informação sobre esse feito foi descrita por vários escribas e informava como as coisas eram feitas.
Aparentemente os humanos eram menos afetados pela neblina do que os outros animais, fazendo com que os sacerdotes que cuidavam dos sacrifícios parecessem carregar poderes sobrenaturais.

Ainda nos dias de hoje, os animais que se aventuram pelo locam e inalam a fumaça morrem em apenas alguns instantes. Além disso, durante a noite, a fumaça fica ainda mais forte e letal, fazendo com que ela seja capaz de matar até mesmo um humano, em apenas 1 minuto. No passado, por meio de observação, os sacerdotes eunucos perceberam a mudança de intensidade durante o decorrer do dia e, de acordo com suposições, os sacrifícios eram feitos durante um período de grande intensidade. A maior resistência dos humanos fazia com que eles pudessem ficar lá por cerca de 20 a 40 minutos. Por outro lado, os animais como touros e cabras morriam quase que instantaneamente.
O que provoca a neblina letal?

A pesquisa que foi elaborada pela Universidade de Duisburg-Essen (UDE) conseguiu identificar a neblina como dióxido de carbono (CO2). Isso acontece no local por que o “portão do inferno” se encontra sob uma fissura que libera a substância. Os gases vulcânicos na região já eram conhecidas mas eles queriam comprovar o fato. O efeito nocivo é dissipado de acordo com que ele se distancia do chão. Por esse motivo os animais eram afetados mais rapidamente, enquanto os homens maiores ficavam acima da região mais letal.

O fato fictício, criado sobre o lugar, se deu por meio de um fator natural desconhecido durante o período. Ainda sim, toda a sua história é extremamente interessante e curiosa. O que acharam do “portão do inferno” e de sua neblina mortal?

Fonte: Fatos Desconhecidos
................
Não se esqueçam de curtir, comentar e seguir a página do Tudo Quanto é Coisa no TopBuzz e no Facebook!