Crianças se apavoram com invasão de fumaça durante recreio

Crianças se apavoram com invasão de fumaça durante recreio

A fumaça é tamanha que crianças chegam a perder aulas na Escola Municipal Eduarda Pereira de Oliveira, em Contagem, na Grande BH. A instituição é vizinha de um depósito irregular de lixo, e a queima

Leia tudo

A fumaça é tamanha que crianças chegam a perder aulas na Escola Municipal Eduarda Pereira de Oliveira, em Contagem, na Grande BH. A instituição é vizinha de um depósito irregular de lixo, e a queima dos rejeitos é frequente. Além do mau cheiro e do risco de doenças, os alunos não conseguem ficar no recinto fechado.

O problema é mais grave no turno da tarde, quando moradores colocam foco em restos de lixo em lotes vagos que circundam a escola. Na última quinta-feira (14), as aulas da tarde chegaram a ser canceladas.

A vice-diretora Jucelma Maria de Jesus afirma que é impossível aprender nesta situação.

Não tem como dar aula. Essa fumaça está prejudicando alunos e funcionários. É inviável aprender desta maneira. Na hora da alimentação os resquícios da fumaça caem no prato dos meninos, é uma confusão terrível.

Pais de alunos e funcionários gravaram com celulares o desespero das crianças. Elas correm pelo pátio e usam a blusa do uniforme para se proteger da fumaça.

O lanterneiro Hudson Henrique de Oliveira é uma das testemunhas.

Quando cheguei aqui eu vi a escola tomada pela fumaça. Decidi gravar e vi que crianças estavam na quadra acuadas. Fui lá ajudar a socorrer.


A preocupação de Ariadna Cristina de Oliveira, auxiliar de serviços gerais, questiona quem vai assumir a responsabilidade se alguém tiver complicações respiratórias.

Professoras em pânico, diretora em pânico. Muitas crianças são asmáticas. E se uma criança morrer asfixiada?

Outro lado

A Prefeitura de Contagem informou ao R7 que as aulas foram suspensas no dia 14 "visando a saúde das crianças e o reforço no trabalho de conscientização dos pais, moradores e comunidade escolar". A administração explica que o dono do lote já foi notificado para mantê-lo "limpo, cercado, drenado e capinado" e que, na próxima semana, uma equipe da limpeza urbana vai ao local para remover todo o entulho.

"O descarte de lixo e entulho em locais irregulares, configurando bota-fora, é crime, passível de multa que pode atingir até R$ 7 mil. Os moradores podem auxiliar a prefeitura fazendo denúncias de descarte irregular ou solicitação de limpezas pelo telefone 0800-283-1225", informa a Prefeitura de Contagem.