BBB18: Paula perde a paciência e coloca Ayrton contra a parede

BBB18: Paula perde a paciência e coloca Ayrton contra a parede

Neste domingo, 15 de abril, na décima oitava edição do Big Brother Brasil, Paula perdeu a paciência e colocou Ayrton contra a

Leia tudo

O integrante da família Lima falou sobre o voto de Paula nele e a empresária rebateu: “Entre eu e o Kaysar você prefere entender o Kaysar”, disparou ela.

“O Kaysar te colocou num paredão. Eu simplesmente fiz um voto, você não foi pro paredão por causa do meu voto. Mas, mesmo assim, entre eu e o Kaysar, hoje você preferiria votar em mim”, continuou ela.

“Se eu tivesse que fazer, sinceramente, claro!”, respondeu Ayrton. “Eu fiz uma escolha entre amigos. Você não foi pro paredão por causa do meu voto”, falou Paula. “Se você tivesse falado assim: ‘o meu voto vai ser um voto perdido”, disse Ayrton, ao ser interrompido por Paula, que disse: “Mas era um voto perdido”.

PAULA ALFINETA KAYSAR E ANA CLARA

A polêmica prova de resistência que acabou resultando em um empate entre Ana Clara e Kaysar rendeu bastante no BBB18. Como o TV Foco informou, os dois tiveram que decidir entre eles sobre quem ficaria com a imunidade, e Kaysar a cedeu para a filha de Ayrton.

Antes, porém, houve uma espécie de “reunião” para decidir quem ficaria com pelo menos o quarto lugar no programa. Ana Clara, por exemplo, citou questões financeiras de sua família, enquanto Kaysar falou mais uma vez sobre sua família que mora na Síria.

Paula, no entanto, não concordou muito com o argumento dos colegas para conquistarem a imunidade. E ainda sobrou para um programa da Globo, o Caldeirão do Huck: “Esse não é um jogo de quem tem mais necessidade, isso aqui não é Caldeirão do Huck. Aqui é outro estilo de jogo. Se fosse um jogo de quem precisa mais, eles pegavam todo mundo que não tinha nada e colocava para jogar”, argumentou.
A sister continuou: “E assim, às vezes você acha que merece mais e que tá bem no jogo, mas outra pessoa tem mais carisma do que você lá fora e é isso”.

Breno, com quem Paula estava conversando, concordou com a sua linha de raciocínio: “Aqui precisamos decidir as coisas unicamente pela razão. É isso. Por isso nem esquento com essas decisões”.