Atividade vulcânica ao redor do mundo nos últimos dias

Atividade vulcânica ao redor do mundo nos últimos dias

Embora esteja havendo muita atividade vulcânica, não se trata de nada que os geólogos acham ser além da normalidade, e nenhum dos vulcões ativos pode ser considerado um supervulcão. Veja o que está

Leia tudo


Embora esteja havendo muita atividade vulcânica, não se trata de nada que os geólogos acham ser além da normalidade, e nenhum dos vulcões ativos pode ser considerado um supervulcão.

Veja o que está ocorrendo:





A agitação vulcânica continua, com novas erupções ocorrendo em todo o mundo. As últimas são as explosões do vulcão Agung (Indonésia), Anak Krakatau (Indonésia), vulcão Mayon (Filipinas), a agitação vulcânica da Ilha Branca (Nova Zelândia). Finalmente, algumas atualizações sobre a erupção do Kilauea (Havaí) e a erupção do Fuego (Guatemala).
Erupção do vulcão Agung em 4 de julho de 2018
A sismicidade de Agung é dominada por terremotos de baixa frequência, consistente com um derrame e um sistema aberto. A atividade superficial continua dominada por erupções e emissões de cinzas.

Atividade vulcânica ao redor do mundo nos últimos dias
gung – coluna de cinzas em 04.07.2018 / 12h20 local. Por Sudiana Wayan

Em 4 de julho de 2018 às 12h20, uma nuvem de cinzas e gás subiu 2.500 metros acima do cume. A nova erupção durou cerca de 2 minutos e teve uma amplitude de 24 mm no sismograma. Neste incrível timelapse gravado às 7 da manhã em Amlapura e das 11h15 às 15h36 em Datah, Karangasem, você pode assistir as rupturas em 1’24 e 1’50:



Imagens de satélite indicam atividade efusiva contínua e uma cúpula crescendo de 4 para 5 milhões m³ na semana passada. O fluxo de dióxido de enxofre magmático permanece alto, com 1.400 – 2.400 toneladas/dia em 3 de julho e 400 – 1.500 toneladas/dia em 4 de julho.

Fonte: PVMBG

Erupções estrombolianas continuam em Anak Krakatau, Indonésia
Anak Krakatau está explodindo com frequência desde 18 de junho de 2018. As últimas erupções estrombolianas estão se tornando mais fortes e frequentes – quase a cada 20 minutos – com bombas de lava sendo ejetadas a mais de 1km da cratera! Isso é realmente incrível!


Atividade estromboliana de Anak Krakatau na Indonésia em 3 de julho de 2018, às 21h05 local. Por Aris – Exploredesa


Sismicidade de Anak Krakatau entre abril e julho de 2018


Sismograma de 4-5 julho de 2018. Via Magma Indonésia

A última erupção ocorreu em 03 de julho de 2018 às 5h33, que durou 40 segundos e teve uma amplitude de 38mm no sismógrafo. Desde então, a emissão de cinzas é contínua e se desloca para o norte.

Fonte: PVMBG & MAgma Indonésia

Erupção vulcânica do vulcão Mayon, em 01 de julho de 2018, nas Filipinas
Após vários meses de descanso, o vulcão Mayon entrou em erupção em 01 de julho de 2018, às 12h30, enviando nuvens azuis e brancas de cinzas a 500 metros acima da cratera.


Erupção do vulcão Mayon, julho 2018.

A erupção freática ocorreu em torno de 12h30 hora local. Em março, o Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia reduziu o status de alerta do perigo vulcânico do 3º para o 2º. Especialistas alertam que não foi uma boa decisão.

Atualização da erupção do vulcão Fuego
Mais de trezentas pessoas ainda estão desaparecidas um mês depois de uma erupção maciça ocorrida no vulcão Fuego, na Guatemala. A erupção tornou-se a mais poderosa nos últimos anos, afetando mais de 1,5 milhão de pessoas.


Erupção do vulcão Fuego na Guatemala, em 3 de junho de 2018. Via Twitter

Desde o início de 2018, o vulcão Fuego entrou em erupção apenas duas vezes, mas já matou mais de 100 pessoas.

Agitação em White Island, na Nova Zelândia
Desde abril, poderosos sons da cratera foram ouvidos pelos visitantes. Eles vão parar quando o sistema geotérmico se adaptar ao novo lago.


Agitação na White Island (Ilha Branca) enquanto novo lago da cratera está se formando.

Este lago está enchendo a uma taxa de 2.000 m³ por dia… mesma taxa em 2003-2004, 2007-2008 e 2013, quando os lagos anteriores se afundaram, levando a gêiseres localizados e pequenas erupções geotérmicas, com formação ocasional de pequenos cones de detritos de tufos ao redor das aberturas. Se o enchimento atual do lago continuar nesse ritmo, o afogamento da cúpula é esperado em 3-4 meses.


O afogamento da cratera pode ocorrer nos próximos meses se continuar a se acumular nesse ritmo.

Entretanto, observações durante um sobrevoo recente confirmaram que a atividade vulcânica permanece em nível estável e baixo, sem sinais de aumento de perturbações vulcânicas. Portanto, as observações atuais são consistentes com agitação vulcânica menor. O nível de alerta vulcânico 1 e o código de cor da aviação permanecem verdes.

Fonte: GeoNet – 04.07.2018

Atualização da erupção do Kilauea
Na zona leste do Kilauea, a atividade da rachadura 8 continua. O fluxo de lava sofreu bloqueios temporários em 3 e 4 de julho, o que causou extravasamentos perto do cone de Kapoho. Esses transbordamentos destruíram mais algumas casas.


Erupção de lava do Kilauea, no Havaí.

O Serviço Nacional de Meteorologia relata uma tempestade rara sobre o campo de lava ativa da zona da rachadura em 2 de julho, que produziu 1.200 relâmpagos em apenas 7 horas.

O meteorologistas do NWS dizem que o vulcão desempenhou um papel importante neste episódio tempestuoso, sendo a base da emissão do Pyro cumulus. O outro ator foi uma bolsa de ar mais fria que o normal a uma altitude menor.